A inclusão de alunos com deficiência visual no ensino superior e a percepção de suas identidades sociais: uma análise comparativa entre Brasil e Espanha

0
844

Aliam Maria Ferreira

Saulo César Da Silva

Consultor REDEM – Brasil

 

Student_and_teacher_exploring_tactile_globe-French_Woodcut-1897

RESUMO

As políticas públicas para a educação inclusiva, particularmente no Brasil, têm feito progressos significativos no início do século XXI. Nessa perspectiva, questiona-se como o aluno com deficiência visual, ao ingressar no ensino superior, percebe suas identidades sociais, a partir de uma visão que tem de si mesmo e de como a sociedade o concebe em contextos de interação.
Essa percepção está associada a construção de uma imagem positiva ou negativa de si mesmo e do outro por meio dos posicionamentos assumidos em seu discurso.
Nesse sentido foi realizada uma análise comparativa entre as percepções de alunos universitários de Brasil e Espanha, pois atualmente é relevante o número de estudantes brasileiros que vão estudar nesse país e estudantes espanhóis que chegam ao Brasil. Objetiva-se, dessa forma, investigar se as diferenças sociais, econômicas e históricas de ambos países influenciariam na percepção das identidades sociais desses alunos.

Ver documento completo

Comparta en sus redes sociales

DEJA UNA RESPUESTA

Por favor ingrese su comentario!
Por favor ingrese su nombre aquí

*